A Grande Conjunção de 2020: O Alinhamento de Júpiter e Saturno em Aquário

O novo ciclo será voltado para o social, com valorização das relações, intelecto e ideais

Compartilhar
Conjunção Júpiter-Saturno
O ciclo Júpiter-Saturno terá início em 21 de dezembro de 2020. Fonte: Pixabay.

Sem dúvida que 2020 está sendo um ano turbulento, em meio a uma pandemia global, que acarretou crise financeira e medidas cada vez mais restritivas, nada mais natural que tenhamos o desejo que 2020 acabe logo. No entanto, o ano de 2020 ainda reserva-nos um épico e raro evento astrológico.

Trata-se do início do Ciclo Júpiter-Saturno, uma conjunção planetária que vai ocorrer em 21 de dezembro e só vai se repetir daqui a 20 anos. Basicamente, esse alinhamento significa o fim de um ciclo e o início de outro, trazendo uma “nova era” que deve estender-se pelos próximos anos.

O que é o ciclo Júpiter-Saturno?

Na astrologia, cada planeta (assim como o Sol e a Lua) carrega aspectos ligados ao homem no campo pessoal, social, comportamental, dentre outras coisas. Júpiter e Saturno são considerados planetas sociais, ou seja, representam o homem inserido na sociedade, sua evolução, desafios e conquistas.

A cada 20 anos, esses planetas aparecem muito próximos no céu, este fenômeno é chamado de conjunção planetária. Astrologicamente isso significa o final de um ciclo e o início de outro. Por isso, esse evento é considerado como o começo de uma “nova era” ou uma “mutação” que promete mudar a forma como percebemos o mundo e nosso papel na sociedade.

Historicamente, o ciclo Júpiter-Saturno esteve associado à ascensão e queda de impérios, nações e grandes líderes. Isto ocorre principalmente pela concentração das energias de Júpiter e Saturno, que ao chegar em um estágio de forte expansão, tem grande potencial de gerar mudanças explosivas.

O que podemos esperar desse novo ciclo?

Cada conjunção planetária ocorre em signos de determinado elemento. Por exemplo, desde o ano de 1842, os ciclos Júpiter-Saturno aconteceram em signos do elemento Terra. E sabe-se que este elemento está associado a uma visão mais materialista do mundo. Em 2020, a conjunção será realizada em Aquário, um signo do elemento Ar. Ou seja, em vez da visão materialista dos ciclos passados (que estavam sob a regência do elemento Terra), o novo ciclo será voltado para o social, com valorização das relações, intelecto e ideais.

Além disso, essa mudança de elemento promove transformações não só sociais, mas também econômicas e políticas. Muitos astrólogos estão usando o termo “Grande Mutação” pois acreditam que com o término da conjunção Júpiter-Saturno no elemento Terra, haverá uma verdadeira mudança de paradigma. É quando terá início uma nova era, com mudanças sociais significativas que prometem abalar o poder e as grandes fortunas mundiais.

Com este novo ciclo, espera-se transformações na sociedade, trazendo mais humanitarismo e inovação tecnológica, mudando a forma como enxergamos as relações humanas. Entretanto, essa mudança será mais visível no campo social e ocorrerá de forma paulatina. Por isso, talvez seja difícil saber como ela impactará cada pessoa individualmente. O ideal é investigar o mapa astral pessoal para saber como cada indivíduo será afetado.


Entendeu o que o ciclo Júpiter-Saturno significa e o que ele representa? Se quiser saber mais sobre astrologia, inscreva-se em nosso site e receba atualizações em seu e-mail!

Leia também:

Veja Também