Na sua grande aflição, o salmista recorre a Deus para que restabeleça o seu povo e o reconduza à sua terra

1 Oração de um homem aflito que na tristeza derrama as suas queixas na presença de Deus, o SENHOR. Ó SENHOR, ouve a minha oração e escuta o meu grito pedindo socorro!

2 Não te escondas de mim quando estou aflito. Ouve-me quando eu te chamar e responde depressa.

3 A minha vida está desaparecendo como fumaça, e o meu corpo queima como se estivesse no fogo.

4 Estou acabado como a grama que foi cortada e pisada; não tenho nem vontade de comer.

5 Fico gemendo alto; sou apenas pele e osso.

6 Sou como um pássaro em lugares desertos, como uma coruja numa casa abandonada.

7 Não consigo dormir; sou como um pássaro solitário em cima do telhado.

8 Os meus inimigos me insultam o dia todo; aqueles que zombam de mim usam o meu nome para rogar pragas.

9 ( 9 - 10 ) Por causa da tua ira e do teu furor, as cinzas são a minha comida, e as lágrimas se misturam com a minha bebida. Tu me pegaste e me jogaste fora.

10 ( 9 - 10 ) Por causa da tua ira e do teu furor, as cinzas são a minha comida, e as lágrimas se misturam com a minha bebida. Tu me pegaste e me jogaste fora.

11 A minha vida é como as sombras do anoitecer; vou secando como o capim.

12 Mas tu, ó SENHOR Deus, és Rei para sempre; todas as gerações futuras lembrarão de ti.

13 Tu te levantarás e terás pena de Jerusalém. Já é hora de teres compaixão dela, a hora certa já chegou.

14 Ainda que ela esteja destruída, os teus servos a amam; eles têm compaixão dela, embora esteja arrasada.

15 As nações temerão o SENHOR; todos os reis do mundo temerão o seu poder.

16 Quando o SENHOR tornar a construir Jerusalém, ele mostrará a sua glória.

17 Ele ouvirá o seu povo abandonado e escutará a sua oração.

18 Que isso fique escrito para que os nossos descendentes saibam o que o SENHOR Deus fez e para que o louvem aqueles que ainda vão nascer!

19 Do seu lugar santo, nas alturas, o SENHOR olhou; do céu ele olhou para a terra

20 a fim de ouvir os gemidos dos prisioneiros e libertar os que tinham sido condenados à morte.

21 Por isso, o SENHOR Deus será louvado em Jerusalém, e a sua fama será anunciada ali

22 quando as nações e os reinos se reunirem para adorá-lo.

23 Ainda sou moço, mas Deus me tirou as forças e encurtou a minha vida.

24 Ó meu Deus, tu que vives para sempre, não me leves agora, antes que eu envelheça!

25 No começo, criaste a terra e, com as tuas próprias mãos, fizeste o céu.

26 A terra e o céu vão acabar, mas tu viverás para sempre. A terra e o céu se gastarão como roupas. Tu os trocarás como se troca de roupa, e eles serão jogados fora.

27 Mas tu és sempre o mesmo, e a tua vida não tem fim.

28 Os nossos filhos viverão em segurança, e os seus descendentes terão sempre a tua proteção.

Compartilhar
Boy_Girl 300X250